Torcida do Fla protesta na porta do Ninho e clima fica tenso, assista

Continua após a Publicidade

A chapa esquentou de vez para o Flamengo na tarde desta terça-feira (12), durante a reapresentação do Flamengo após a derrota para o Ceará por 2 a 0. Aproximadamente 60 membros de organizadas foram ao Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, protestar contra o elenco e a diretoria.

Principais alvos, os jogadores e o técnico Rogério Ceni tiveram os carros cercados e receberam ameaças. Alguns deles foram atingidos por ovos.

A  Polícia Militar estava presente no local com cinco viaturas e precisou agir conjuntamente com os seguranças do clube para evitar algum tipo de conflito.

O grupo, sempre em atitude intimidadora, gritava “acabou o amor, isso aqui vai virar um inferno” e “time sem vergonha”. Mesmo depois da entrada dos jogadores e membro da comissão técnica, os torcedores continuaram no local.

A maioria pedia a saída imediata do treinador Rogério Ceni. Na segunda-feira, a diretoria se reuniu e optou por mantê-lo no comando do time.

O Flamengo atravessa uma sequência negativa no Campeonato Brasileiro e não vence há três jogos (duas derrotas e um empate). O time ocupa a quarta colocação, com 49 pontos, sete a menos do que o líder São Paulo.

O elenco deu início nesta terça-feira (12) à preparação para o confronto com o Goiás, marcado para a próxima segunda-feira (18), em Goiânia.

 

Continua após a Publicidade